sábado, 16 de abril de 2011

"As Fúrias" (música)


Chega de complicações
E esforços razoáveis
O que te dá na telha você segue e não vê
O que ficou pra trás
Chega de indecisões
Isso é irremediável
Depois não se arrependa
Eu bem disse, eu te avisei
Não se pode voltar mais
Não provoque minhas fúrias
Você nunca me viu doer
E eu confesso à você, que não vale a pena
Não provoque minhas fúrias
Você nunca me viu mal
E eu te juro que não é interessante
Muito menos faz o tipo sensual
Lembra a tempos que você não quis acreditar
Nas coisas que eu expus até aqui
Quem conta um conto sempre aumenta um ponto, meu amor
Eu canto em prantos e você não soube me ouvir
Sabe de uma coisa, eu penso que isso tanto faz
O importante é ser feliz...
Prefiro mais o ritmo da história em pé de paz
Mas...
Não provoque minhas fúrias [...]