quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

TRECHO DO LIVRO "PAISAGEM AMENA DA SEGUNDA JANELA" - em andamento

"Os dois se olharam, como quem escuta uma canção depois de 20 anos, e ainda se lembra de toda a letra, mas não se sente como se sentia quando cantava antes. Não, porque agora tem outra canção, outra letra recentemente decorada, e outra dose musical de sentimentalismo "Ó amor, ó vida, ó amor da minha vida".
- Você me dizia que quando morresse, ninguém se lembraria de você. Você falsamente não julgava importante ser importante, mas passava todos os dias tentando fazer alguma coisa para ser. - ela deu uma pausa, enquanto o observava absorto, olhando para o copo. - Ainda pensa que vai morrer jovem?
- Sim.
- Então se apresse."